Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Renato relembra lesionados em momentos vencedores e não vê problema na preparação física do Grêmio

Treinador destacou que equipe teve desfalques quando conquistou a Copa do Brasil e a Libertadores.

Renato Portaluppi treinador do Grêmio

Técnico Renato Portaluppi — Lucas Uebel / Grêmio FBPA

As dificuldades técnicas do time do Grêmio neste segundo semestre de 2020 são justificadas pelo técnico Renato Portaluppi pelo número de atletas entregues ao departamento médico. Porém, apesar de todas as críticas, o treinador garante que as lesões não estão ligadas a preparação física, mas sim as dificuldades do calendário apertado.

“A cada partida você muda sete, oito peças, é difícil de ter entrosamento. Quando joga todo mundo, você vê que é outro Grêmio”, disse o treinador.

Na tentativa de justificar a normalidade dos lesionados, que nesse momento representam oito jogadores com problemas musculares no DM, o comandante gremista foi ao passado. Renato relembrou a campanha vencedora da Libertadores, onde, segundo ele, o Tricolor também tinha problemas.

“Em 2017 o Grêmio foi campeão da Libertadores. Vai ver quantos jogadores o Grêmio tinha no departamento médico. No momento que as vitórias não vem, sempre vai ter um probleminha. É departamento médico, é jogador que não está correndo…”, provocou.

Porém, apesar da recordação, na reta final da campanha do Tri da América daquele ano, não haviam casos de problemas musculares no grupo. Em 2017, no departamento médico na véspera das decisões diante do Lanus (ARG), os três jogadores machucados tinham outros problemas, eram eles: Marcelo Oliveira, Maicon e Douglas.

Clique aqui para receber todas as notícias do Grêmio em nosso grupo no Telegram.

A confiança em uma retomada inicia neste domingo na Arena. Diante do Palmeiras, a possiblidade de uma escalação com três volantes é debatida. Neste caso, o time poderá ser formado com: Vanderlei; Orejuela, Paulo Miranda (ou Rodrigues), David Braz e Diogo Barbosa; Darlan e Matheus Henrique; Alisson, Isaque e Pepê; Diego Souza.

Veja mais

Comentários