Ir para o conteúdo principal
Futfanatics

Roger deseja que Grêmio encare Série B “quase como uma Libertadores”

Treinador está insatisfeito com o comportamento do time

Lucas Uebel/Grêmio

Uma das preocupações do técnico Roger Machado nesse momento é fazer os jogadores do Grêmio “entenderem” a Série B, principalmente a característica de jogo da competição. Nesse sentido, logo depois do 1×1 contra o Ituano fora de casa, ele falou da necessidade de encarar quase como se fosse uma Libertadores.

“É quase como se fosse uma Libertadores, com poucas faltas, um jogo muito físico, de muito contato, primeira e segunda bola o tempo todo. Eu preciso que todos tenham a mentalidade certa quando entrarem em campo”, declarou o técnico.

+ Ex-Grêmio, Mário Fernandes interrompe contrato na Rússia e anuncia retorno ao Brasil

Roger, em tom de alerta, se mostra convicto de que somente a camisa pesada não fará o Grêmio bater os rivais:

“Só a camisa do Grêmio não vai nos adiantar para o acesso. A intensidade tem que ser a mesma do primeiro ao último minuto. Hoje a gente não conseguiu fazer como no segundo tempo do jogo contra o Cruzeiro mesmo com o Gabriel Silva no time. No segundo tempo de hoje, com Elkeson e Diego, funcionou melhor. Precisamos entender qual o tipo de competição estamos enfrentando”, pontuou.

Já nesta quinta-feira, 19h, na Arena, o Grêmio recebe o Criciúma para tentar voltar ao G-4.

Você pode gostar

Comentários