Ir para o conteúdo principal
Futfanatics

Saiba os detalhes do acordo de Benítez com o América-MG

Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Buscando reduzir a folha salarial, o Grêmio ajusta os últimos detalhes para confirmar a saída do meia argentino Martin Beniítez, que teve rendimento muito abaixo do esperado.

+ Elkeson tem cláusula no contrato que evita “susto” na folha salarial

Sem espaço no time de Roger Machado, o jogador está muito próximo de ser anunciado oficialmente pelo América-MG a pedido de Vagner Mancini. O clube mineiro assumirá o empréstimo junto ao Independiente, da Argentina, e terá Benítez até o fim desta temporada.

Entretanto, para fechar com o Coelho, algumas mudanças no acordo foram feitas em relação ao contrato que Benítez tinha com o Grêmio.

O contrato de empréstimo do jogador com o América será até dezembro deste ano. Seus vencimentos serão totalmente pagos por seu novo clube, sendo considerado um “grande investimento” pelo clube. O bom relacionamento com o técnico Vagner Mancini foi primordial para a conclusão do negócio.

Outro ponto importante é que não haverá cláusulas de obrigação de compra, diferente do que estava previsto no acordo com o Grêmio. No tricolor, caso Benítez atuasse em 60% dos jogos, o tricolor teria de pagar a quantia de 1.150 milhão de dólares (R$6,3 milhões) por um contrato de 3 anos.

Benítez já foi aprovado nos exames médicos e espera apenas a sua regularização para poder fazer sua estreia por seu novo clube. O Grêmio ainda precisa oficializar a rescisão de contrato com o jogador para assim, o América-MG registrar o argentino no BID. A tendência é que isso aconteça no início da próxima semana.

Pelo Grêmio, Benítez atuou em 11 jogos, com apenas 1 assistência. Foi campeão gaúcho e da Recopa Gaúcha, mas não conseguiu se consolidar como uma peça importante do time. Pelo empréstimo, o Grêmio pagou 300 mil dólares (R$1.6 milhão).

Você pode gostar

Comentários