Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

“Se eu achar que estou atrapalhando, sou o primeiro a sair”, diz Renato sobre momento do Grêmio

Treinador concedeu entrevista coletiva no começo da tarde desta sexta-feira

Renato Gaúcho, treinador do Grêmio

Renato em campo pelo Grêmio — Lucas Uebel / Grêmio FBPA

O técnico Renato Portaluppi concedeu entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira, ao lado do presidente Romildo Bolzan Jr, para falar sobre o atual momento do Grêmio.

O começo da coletiva foi marcado por dois anúncios: A saída de Klauss Câmara e a permanência de Renato Portaluppi como técnico do Grêmio.

Após a palavra do presidente Romildo, Renato conversou com a imprensa e, entre os assuntos abordados na coletiva, uma possível saída voltou a se tornar pauta. O treinador se mostrou bastante tranquilo quanto ao seu trabalho no Grêmio.

“O presidente não vai me mandar embora, eu mesmo vou chegar e pedir pra sair, se achar que estou atrapalhando. Se amanhã ou depois ele (presidente) quiser me mandar embora, ele tem todo direito”, afirmou Renato.

O Grêmio tenta amenizar a crise no jogo contra o Palmeiras, neste domingo, às 16h, na Arena. A ordem é voltar a vencer e tentar chegar na parte de cima da tabela do Campeonato Brasileiro.

Clique aqui para receber todas as notícias do Grêmio em nosso grupo no Telegram.

Veja mais em Renato Portaluppi.

Veja mais

Comentários