Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Torcedora do Inter que agrediu gremista explica ato: ‘A intenção era preservá-los’

Sem se identificar, a torcedora do Inter que agrediu uma gremista na arquibancada do Beira-Rio neste sábado, logo depois do Gre-Nal 421, falou pela primeira vez. Ela deu a sua versão do caso em entrevista à GaúchaZH.
[bn]50[/bn]
"Após finalizar o jogo, fiquei dentro do estádio, aguardando alguns minutos, por causa do congestionamento. Então avistei a torcedora agitando a camisa do Grêmio em direção à torcida do Grêmio. Fui ao encontro dela e comecei a gritar para baixar a camiseta e disse que ali não era o lugar dela. Ainda questionei o exemplo que ela estava dando para o filho. Num ato impulsivo, tentei baixar a camiseta. Baixei. Começamos a nos empurrar. Chegou o segurança, nos separou, tirou do estádio. Foi um ato impulsivo. Não gostaria de ter agredido. Também tenho filho e também o levo ao estádio", contou, antes de acrescentar:

"Queria que ela baixasse a camiseta porque estava na torcida mandante. Estava incitando a violência. Os órgãos dão mais segurança nas áreas da torcida visitante. Ela infringiu a norma do estádio, era a torcida do Inter que estava ali. Poderia ter causado até mais estragos. Tinha outras pessoas vindo ao entorno dela. A intenção era preservá-los. Tenho 32 anos e há 32 anos vou a estádio. Nunca tinha acontecido nada semelhante. Não quis agredir. Ela estava instigando a violência".

A colorada apresentou um pedido de desculpas e disse que, se pudesse, encontraria novamente a torcedora do Grêmio e seu filho:

"Se tivesse possibilidade, encontraria com certeza. Quero deixar um pedido de desculpas. Não procurei informações sobre quem é. Só quero deixar claro meu pedido de desculpa e não queria agredir ninguém. Só queria que baixassem a camiseta, por questões de segurança", finalizou.
[bn]51[/bn]
Reveja as imagens:

Veja mais em Sem categoria.

Veja mais

Comentários