Ir para o conteúdo principal
Futfanatics

Veja o que Daronco colocou na súmula sobre o polêmico lance da final

A súmula escrita pelo árbitro Anderson Daronco referente à final do Gauchão entre Grêmio e Brasil de Pelotas, vencida pelo tricolor por 4×0, na Arena, neste domingo, deixa bem claro o motivo que gerou a expulsão do lateral xavante Éder Sciola, ainda no final do primeiro tempo. O defensor levou o segundo amarelo após uma dividida no ar com Luan, e o lance revoltou os jogadores xavantes e o técnico Clemer.

O juiz diz que a expulsão, decorrida do segundo amarelo, foi pela falta cometida e não pelo rodízio de infrações em si. Daronco escreveu que amarelou Éder pela segunda vez por ele ter "atingido, com o joelho, as costas de seu adversário, Luan, de forma temerária".

Com um homem a menos em todo o segundo tempo, o Brasil sofreu com a qualidade e a troca de passes do Grêmio, que aplicou 4×0 com alguma naturalidade. Após o jogo, Clemer disparou contra Daronco e atribuiu a ele o resultado negativo.

"Dentro daquilo que a gente tinha planejado, as coisas estavam acontecendo. Na verdade o Daronco estragou o jogo, estragou o espetáculo. Poderia ser outro jogo. Se tivessem as coisas iguais, tenho certeza que não ia acontecer (a goleada). Agora vamos tentar fazer o nosso jogo lá com dignidade. A gente sabe que é difícil reverter o resultado", destacou o ex-goleiro.

Polêmicas à parte, Grêmio e Brasil de Pelotas voltam a se encontrar no domingo que vem, no Bento Freitas, para decidirem o grande campeão do Gauchão de 2018.
 

Veja mais em Sem categoria.

Comentários