Ir para o conteúdo principal
Futfanatics

Zé Ricardo, técnico do Vasco, responde se este é um bom momento de enfrentar o Grêmio

Treinador vascaíno não espera facilidades na quinta-feira

Paulo Fernandes / Vasco

Em coletiva concedida na tarde desta quarta-feira, véspera da partida diante do Grêmio, o técnico Zé Ricardo analisou a situação do Vasco e o quanto pode ser positivo ou negativo enfrentar um rival pressionado – o tricolor gaúcho chega para o jogo com quatro partidas seguidas sem vencer na Série B.

+ Com retorno de Edilson, Grêmio divulga lista de relacionados para pegar o Vasco da Gama

“Precisamos realmente, como comunidade de futebol, mudar a chave e a mentalidade. Precisamos entender que todo trabalho precisa de um tempo para madurar. Invariavelmente os trabalhos com tempo acabam colhendo os melhores frutos. Temos uma realidade diferente da do Grêmio, diferente de outras equipes. Lógico que estamos buscando diariamente evoluir e crescer”, disse Zé, em coletiva, antes de ampliar:

“O momento de pegar o Grêmio talvez seja o pior possível. Sabemos a camisa pesada que eles têm, querem mudar essa situação. O Vasco até pouco tempo atrás passava por esse mesmo momento. Hoje estamos buscando uma posição que buscamos estar na competição, principalmente no final. Máximo respeito ao adversário, máximo respeito ao jogo. Uma grande partida, grande desafio. Espero que possamos ter um bom desempenho em casa”.

Para Zé Ricardo, Diego Souza é uma das principais armas gremistas para o jogo das 20h de quinta em São Januário:

“Se você contrata o Diego Souza vai conseguir com regularidade 15, 20 gols. Os números mostram isso. É um jogador que tem que ter cuidado o tempo todo, sabe o caminho do gol. O que chama atenção no Diego é que a bola vem ali no meio de todo mundo, e ele domina na maior tranquilidade, como se não tivesse ninguém. Temos que ter todos os olhos nele, toda a atenção. Certamente é uma das forças que a equipe do Roger tem”, finalizou.

Veja mais em Brasileirão Série B.

Você pode gostar

Comentários