Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Dirigente acredita que Grêmio pode ser rebaixado mesmo com os salários em dia

Duda Kroeff vê chances de rebaixamento mesmo com o clube organizado.

Divulgação / Grêmio FBPA

Não basta ter salários em dia com os jogadores para evitar o rebaixamento à segunda divisão. Este é o pensamento de Duda Kroeff, vice-presidente do Grêmio, sobre o atual momento da equipe no Campeonato Brasileiro, onde o Tricolor luta para deixar o Z-4 (veja a classificação).

Diferente de praticamente todos os clubes já rebaixados à Série B, o Grêmio não atravessa crise financeira e tampouco atrasa salários. Mas isto, na visão do dirigente, não é o suficiente.

“Eu não acredito naquela história de que time grande que paga salário em dia não cai. Não é assim não. Cai sim”, afirmou Duda Kroeff em entrevista à Rádio Bandeirantes, nesta segunda-feira.

Sobre a próxima batalha do Grêmio no Brasileirão, contra o Fortaleza, nesta quarta-feira, o dirigente não bota fé em uma vitória, mas acredita em um “empatezinho”.

“Talvez não (ganhe) do Fortaleza. Já vou avisando porque é muito difícil. Talvez a gente consiga um empatezinho lá. Mas depois ganhe do Juventude, ganhe do Atlético-GO, ganhe do Palmeiras”, disse Duda Kroeff.

Comentários