Ir para o conteúdo principal

Em despedida, Cortez agradece Dênis Abrahão e faz juras de amor ao Grêmio

Lateral-esquerdo agora fica livre para procurar novo clube

Lucas Uebel/Grêmio

Dispensado do Grêmio após não ter o contrato renovado, o lateral-esquerdo Cortez se manifestou nas redes sociais em longo texto de despedida agradecendo, por exemplo, a “consideração” dada pelo vice-presidente de futebol Denis Abrahão ao comunicar a sua saída.

Entre tantas juras de amor, o lateral ainda lamenta sair do clube com a condição atual de zona do rebaixamento e diz ter vivido os melhores momentos da carreira no clube:

Confira a íntegra do texto postado por Cortez:

“Passando aqui hoje para me despedir devidamente e para expressar a minha gratidão ao @gremio pela oportunidade única que tive de defender esse clube, tendo sido campeão da Libertadores e vivido os dias mais felizes, gloriosos e importantes da minha carreira. Nunca é fácil deixar quem você ama, mas eu passei, outros passarão e o Grêmio seguirá gigante, como sempre foi. Serei eternamente agradecido a Deus por ele ter me permitido estar na história e defender um clube desse tamanho por mais de 200 jogos, o que é privilégio de poucos.

Sempre respeitei, honrei e briguei pelo tricolor com todas as minhas forças, e acredito que esse é o legado que eu deixo, a marca que fica dessa minha passagem. O que me dói é não ter podido fazer muita coisa para evitar esse desfecho de 2021 e ter que deixar o clube agora nessa situação em que ele se encontra, mas tenho certeza de que rapidamente o Grêmio vai estar novamente onde merece. Obrigado aos torcedores e a todo povo do Rio Grande do Sul por todo o carinho que sempre tiveram por mim e pela minha família.

Gratidão também a todos com os quais tive a oportunidade de trabalhar ao lado nessa jornada, diretores, comissão técnica, jogadores e funcionários. Vocês estarão para sempre no meu coração e eu espero permanecer no de vocês como exemplo de alguém batalhador, que sempre lutou e se dedicou por essa instituição. Agradecimento especial ao diretor Denis Abrahão por ter tido a consideração de me ligar e me dar o tratamento que eu esperava receber por tudo o que passei aqui ao longo desses quase 4 anos.

Sei que ainda tenho diversos outros desafios para travar e condições de agregar muito aonde quer que eu esteja em 2022. É com essa cabeça erguida e fé em Deus que eu seguirei firme e forte na luta. A maneira será diferente, mas o Grêmio seguirá comigo onde eu estiver, hoje, amanhã e sempre. Valeu demais por tudo! Nada a reclamar, apenas a agradecer! Fiquem todos com Deus!”

Você pode gostar

Comentários