Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Ex-atacante do Grêmio discorda de Souza sobre vice no Brasileirão de 2008: “Culpa é de todos”

Perea evita colocar toda a culpa em cima do técnico Celso Roth

Souza, ex-jogador do Grêmio — Divulgação

Ainda em atividade atuando pelo Murici, de Alagoas, aos 41 anos, o ex-meia gremista Souza causou polêmica recente ao afirmar, em entrevista à Rádio Atlântida, que o técnico Celso Roth era o principal responsável pelo vice-campeonato do Grêmio no Brasileirão de 2008.

O tricolor, mesmo sem grandes estrelas no time, liderou o campeonato no primeiro turno e chegou a abrir 11 pontos do São Paulo, que tirou a diferença e veio a ser o campeão pelo terceiro ano seguido.

“O Celso é um cara muito teimoso. No segundo semestre daquele ano, todas as equipes que estavam atrás da gente deram folga aos atletas. E alguns jogadores foram falar com o Celso que estavam cansados, para dar um descanso. No outro dia, teve um (treino) físico tremendo. Então, a equipe fazia um primeiro tempo primoroso e, no segundo tempo, caía de produção. Ele pensou que a gente queria se intrometer no trabalho dele. Então, eu coloco o peso de não ter chegado (ao título) na teimosia do Celso e muito treinamento quando era hora de dar descanso aos jogadores”, falou Souza programa Bola nas Costas, da Rádio Atlântida.

Entrevistado nesta semana pelo Gremistas.Net, o ex-atacante Edixon Perea, titular do Grêmio naquela campanha, discordou de Souza e preferiu dividir a responsabilidade entre todo o grupo:

“Nosso time começou muito bem o torneio, correndo, lutando, sacrificando muito. Depois acho que… bom, o Brasileirão é muito, mas muito longo, sabe? Então, acho que nenhum time no mundo conseguiria manter o mesmo ritmo futebolisticamente falando. Aconteceu que a gente não conseguiu manter esse ritmo inicial, que mostramos no primeiro turno. E até uma parte do segundo. Mas penso que não adianta falar que o culpado foi o Celso Roth. Acho que a culpa vai para todos. Todos nós treinávamos bem, tentávamos fazer tudo que o treinador pedia. Não vejo Roth culpado. Culpados somos todos nós que não conseguimos manter o ritmo para ganhar aquele Brasileirão”, destacou.

O Brasileirão de 2008 representou o segundo vice seguido do Grêmio em grandes competições; a Libertadores de 2007 teve desfecho idêntico. Perea, aposentado desde 2016, quando jogava no América de Cali, fez 21 gols em 57 partidas pelo tricolor entre 2008 e 2009.

Veja mais

Comentários