Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Multicampeão pelo Grêmio, Felipão coloca Boca Juniors como destino ideal para encerrar a carreira

Experiente treinador gaúcho gostaria de trabalhar na Argentina

Gustavo Aleixo / Cruzeiro

Livre no mercado desde que deixou o Cruzeiro, o técnico Luiz Felipe Scolari, o Felipão, aguarda a segunda dose da vacina contra o coronavírus para se recolocar no mercado. E já mira um novo clube que, aos 72 anos, entende que seria ideal para encaminhar o fim da carreira: o Boca Juniors, da Argentina.

Em entrevista concedida à rádio Super Deportivo, da Argentina, Felipão revelou já ter “namorado” uma ida ao Boca recentemente e que este desejo está presente no seu pensamento:

“Na Argentina, gostaria de dirigir o Boca, porque penso que existiria uma identificação muito grande do meu jeito de treinar com o Boca. Essa possibilidade existiu há um ano, quando houve uma eleição, mas depois passou. Neste momento eu já tomei a 1ª dose da vacina, e depois que tomar a 2ª, ouvirei propostas de qualquer lugar. Na Argentina, o Boca seria um time maravilhoso para treinar. É um time que eu acho que seria ideal [para encerrar a carreira]”, confirmou.

No Grêmio, Felipão despontou com força no futebol brasileiro empilhando títulos na década de 90, com maior destaque à Libertadores de 1995 e ao Brasileirão do ano seguinte.

A última passagem do treinador pentacampeão mundial pelo Grêmio foi em 2014, a pedido do então presidente Fábio Koff. Sem títulos, a última caminhada de Felipão no tricolor terminou ainda no primeiro semestre de 2015.

Veja mais em Futebol brasileiro.

Comentários