Ir para o conteúdo principal

Bolzan nega foco em apenas uma competição: ‘Quero as três’

O calendário gremista para a sequência de 2018 aponta mais três desafios. Apesar de considerar "impossível" os três títulos, o presidente do Grêmio Romildo Bolzan sonha, como torcedor, vencer os três torneios. Ele falou sobre o tema em entrevista publicada pelo portal GaúchaZH.
[bn]50[/bn]
"O torcedor também quer carreira. Ele quer galgar tudo aquilo que não obteve ou faz tempo que não obtém. Para o torcedor, está nos faltando para fechar o quadro o Campeonato Brasileiro. O torcedor Romildo quer ganhar os três. O presidente sabe que é impossível. Vamos colocar as coisas dentro do razoável. Temos que colocar as coisas com muita racionalidade. O que forma um ambiente vitorioso é o bom senso e a capacidade de renovar os votos de que está disposto a vencer. Não é um ambiente de que já está tudo pronto nem o que vai perder tudo. Acho que o Grêmio está muito maduro para interpretar este ambiente", avaliou.

Nesta mesma entrevista, Bolzan destacou que cada uma dessas conquistas teria um peso e um significado diferente em termos de história para o Grêmio:

"Todos os campeonatos têm repercussões importantes. Se o Grêmio ganha o Brasileiro, será tricampeão, uma marca extremamente importante. Se ganhar a Copa do Brasil, será hexa e nenhum clube tem essa marca neste momento. Se for tetra da Libertadores, será o clube brasileiro que mais venceu esta competição. Todos têm significado, todos são importantes".
[bn]51[/bn]
Reportagem especial – o "1 minuto de silêncio":

Voltar para o topo