Ir para o conteúdo principal

Dirigente do Grêmio esclarece mitos sobre cláusulas de grama sintética e voos fretados no contrato de Suárez

Suárez comemora gol – Foto: Lucas Uebel / Grêmio

O vice-presidente de futebol do Grêmio, Paulo Caleffi, tratou de alguns rumores que recentemente envolveram o contrato de Suárez com o Grêmio. Ele negou, com certa veemência, que exista cláusula restringindo o uruguaio em jogos em campo sintético ou que o impeça de voar em aviões não fretados.

Veja também: Próximo de Barrios, Suárez sobe no ranking de maiores artilheiros estrangeiros da Arena

“Não existe nada no contrato sobre grama sintética. Não tem nada também que o Luis Suárez não viaja se não for voo fretado. Não tem. É por isso que eu não ouço e não leio (a imprensa)”, destacou o dirigente.

Dirigente do Grêmio fala de Kannemann

Na mesma entrevista, Caleffi se divertiu ao contar uma divertida história recente de Kannemann, quando o mesmo esteve suspenso de uma partida na Arena do Grêmio:

“O Kannemann é um baita cara, de uma convivência excelente, engraçado também. Mas a experiência de assistir jogo junto com ele eu espero não passar mais. No jogo que ele estava suspenso, que foi contra o Bragantino, ele sentou do meu lado no camarote. E tu imagina dois caras de temperamento parecidos vendo jogo junto”, disse Caleffi, antes de acrescentar:

Veja também: Renato tira onda com os jogadores e arranca gargalhada de Suárez após o Gre-Nal

“Eu disse pra ele: ‘Velho, nunca mais vejo jogo junto contigo’. Ele não parou um minuto. Agora ele está suspenso de novo, mas o jogo é fora. Ele vai ver na casa dele e eu na minha (risos)”.

Voltar para o topo