Ir para o conteúdo principal

Grêmio: Preço para contratar o artilheiro Pedro Raúl dobrou

Alexandre Schneider / Getty Images

A contratação de Pedro Raúl, sensação do futebol brasileiro nesta temporada, pode ter ficado mais distante para o Grêmio. Isto porque o Kashiwa Reysol, clube japonês detentor dos direitos econômicos do centroavante, passou a exigir o dobro para liberar o artilheiro em definitivo no ano que vem.

+ Edílson explica como poderia jogar mais e melhor em 2023 no Grêmio

Pedro Raúl faz temporada de destaque no Goiás, onde tem contrato de empréstimo até o final da Série A. Vice-artilheiro do Campeonato Brasileiro com 18 gols, o jovem atacante atraiu o interesse de diversos clubes nacionais, e prioriza a permanência no país. Mas quem quiser contar com os seus trabalhos, entretanto, terá que desembolsar exatos 4 milhões de dólares, cerca de R$ 21 milhões. O Kashiwa Reysol havia sinalizado, no começo da temporada, que topava vendê-lo por 2 milhões de dólares, mas mudou de ideia devido a valorização do jogador.

O Grêmio foi uma das primeiras equipes a demonstrar interesse em Pedro Raúl. O clube tentou a contratação do centroavante ainda no início do ano. Um imbróglio com Diego Churín, no entanto, fez com que o artilheiro acabasse optando pelo Goiás após a demora do tricolor para efetivar a negociação.

Renato e Pedro Raúl possuem o mesmo empresário

Hoje, a principal vantagem do Grêmio em relação aos demais concorrentes pela contratação Pedro Raúl, é o fato de o técnico Renato Portaluppi, que tende a seguir no clube em 2023, possuir o mesmo empresário do jogador, o agente Gerson Oldenburg, também conhecido como Gauchinho.

É importante destacar que não existem negociações, pelo menos por parte do Grêmio, para contratação de Pedro Raúl. O clube precisa definir primeiro seu novo presidente, e a partir daí, dar início às tratativas por reforços.

Voltar para o topo