Ir para o conteúdo principal

Odair contesta vitória do Grêmio e diz que Santos foi melhor “em toda a partida”

Odair Hellmann pelo Santos – Foto: Raul Baretta / Santos

Mais uma vez derrotado no confronto direto com o técnico Renato Portaluppi, algo que aconteceu mais de uma vez na época em que treinava o Inter, Odair Hellmann, hoje comandante do Santos, viu injustiça na derrota de 1×0 para o Grêmio em Caxias do Sul, no Estádio Alfredo Jaconi. O jogo deste domingo valeu pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro.

+ Soteldo perde a cabeça com juiz após ser expulso diante do Grêmio: “Você é muito ruim”

“Foi o melhor desempenho nosso até agora. Estamos tristes pelo resultado, não foi bom, nunca é bom perder, nós merecíamos pelo o que fizemos na partida um resultado diferente. No futebol, às vezes, justiça significa colocar a bola dentro da rede. O mais importante foi a evolução da equipe em todos os sentidos, organização, jogo, intensidade, competição. Na minha visão, fomos melhores do que o Grêmio em toda a partida”, comentou Odair, que acrescentou:

“Nos faltou a última parte do campo, o penúltimo passe e a finalização. Tivemos competição, criatividade e organização, mas a última parte para definir o jogo e criar uma situação importante não aconteceu. A gente precisa continuar nessa evolução. Fomos efetivos no jogo anterior, hoje tivemos mais volume, criamos mais, mas a bola rondou a área e não conseguimos finalizar. Precisamos evoluir neste aspecto e concluir as oportunidades”.

Odair Hellmann elogia Grêmio

Para Odair Hellmann, o trabalho de Renato no Grêmio em 2023 tem conseguido juntar experiência e características para a montagem de um grupo forte:

“O Grêmio é experiente. O Renato conseguiu uma adaptação rápida, trouxe jogadores experientes. Conseguiu, no Campeonato Gaúcho, fazer a experiência e característica se agruparem e fazer um coletivo forte. Tem coisas a evoluir, como a gente”, terminou.

Voltar para o topo