Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Técnico do Del Valle vê Grêmio beneficiado e critica jogo no Brasil: “Foco da Covid-19”

Renato Paiva não está nada satisfeito com as últimas decisões extracampo

Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Em entrevista concedida nesta segunda-feira à Rádio Mundo Deportivo, do Equador, o técnico Renato Paiva, atual comandante do Independiente Del Valle, esbravejou contra as decisões extracampo envolvendo o duelo do seu clube contra o Grêmio pela terceira fase da pré-Libertadores.

Ele fez menção ao jogo tirado do Equador na última quarta por conta de casos de Covid do próprio Grêmio – Vanderson e Paulo Victor – e entendeu que o time gaúcho está sendo beneficiado. No caso da semana passada, as autoridades equatorianas não permitiram que o tricolor saísse para treinar na terça-feira, gerando a ação da Conmebol em levar o jogo para o Paraguai.

“Nos colocam para jogar com um time com casos de Covid-19 e agora nós que temos de ir ao país que é foco do contágio. Nos tiraram o mando de campo e os jogadores sentiram muito. Vejo isso como uma injustiça”, disse Paiva, antes de aumentar:

“Estão fazendo tudo para que o Grêmio possa passar de fase”.

Para sublinhar as dificuldades logísticas do Del Valle, a delegação equatoriana se manteve no Equador desde a vitória de 2×1 na sexta. Isso porque o Equador, em caso de retorno, exigiria uma quarentena em função dos protocolos sanitários que prejudicaria a preparação para o jogo da volta.

Enquanto o Grêmio precisa vencer por 1×0 ou por dois ou mais gols, o Del Valle jogará na quarta, na Arena, às 19h15, podendo até empatar para avançar.

Veja mais em Copa Libertadores.

Comentários