Ir para o conteúdo principal
Futfanatics

Vice do Grêmio condena cânticos homofóbicos por parte da torcida do Cruzeiro

Torcedores cruzeirenses provocaram o público gaúcho

Marcelo Jacques Alvarenga / Grêmio FBPA

Em coletiva de imprensa concedida depois de Cruzeiro 1×0 Grêmio, no Independência, neste domingo, pela Série B, o vice-presidente de futebol gremista Denis Abrahão repercutiu os cânticos de teor homofóbico entoados pela torcida local. Mais de uma vez, foi ouvido o “arerê, gaúcho dá o c… e fala tchê”.

“Estou acostumado a ver isso aí em todos os estádios do mundo, mas só um clube eu vejo ser punido, aí não entendo o porquê. Estou sorrindo ironicamente porque não me sinto à vontade para falar sobre esse assunto. No Grêmio tem gente mais qualificada nesse assunto para falar”, protestou.

+ Vídeo: Torcedores do Cruzeiro depredam ônibus da torcida do Grêmio após o jogo da Série B

Abrahão ainda aproveitou para reforçar a crítica quanto à suspensão da Arquibancada Norte da Arena:

“É gozado escutar o que escutamos aqui e quando a torcida do Grêmio faz qualquer coisa, penaliza a torcida. Vamos ser coerentes. Libera aquela parte de trás para a torcida do Grêmio transformar a Arena num verdadeiro alçapão como foi aqui. Aqui não vai acontecer nada. Só justiça”, ampliou.

O árbitro Flávio Rodrigues de Souza não relatou em súmula os cânticos homofóbicos por parte de cruzeirenses.

Veja mais em Brasileirão Série B.

Você pode gostar

Comentários