Ir para o conteúdo principal
Futfanatics

Cortez não se preocupa com possível ‘retranca’ do Brasil: ‘Renato sabe o que fazer’

É praticamente uma rotina nos jogos na Arena. Grêmio com a bola, trocando passes e tentando furar o bloqueio de um adversário retrancado. A situação pode se repetir neste domingo, dia 1°, quando o tricolor faz o jogo de ida da final do Gauchão contra o Brasil de Pelotas. Mas o lateral-esquerdo Bruno Cortez garante que o elenco já sabe o que fazer nesses casos.

"Todo time que vem jogar conta a gente na Arena vem fechado, mas o Renato sabe o que fazer, falou para a gente. O importante é fazer um bom jogo e levar um bom resultado para o segundo jogo. Foco, pequenos detalhes, entrarmos ligados sempre. É isso que o Renato pede", explicou o defensor.

Durante a semana, em entrevista ao programa Seleção SporTV, o técnico xavante Clemer admitiu que sua principal preocupação seria anular a "iniciação" das jogadas do Grêmio, que habitualmente começam com Maicon, Arthur e Jailson. Desses três, Renato só escalará dois e mantém a o mistério até a hora do jogo.

"É sempre bom poder jogar com o Maicon, o Arthur, Jaílson, Michel. O grupo está preparado e quem o professor Renato escolher vai desempenhar seu papel", despistou Cortez.

Grêmio e Brasil de Pelotas reeditam a final gaúcha de 1919. Exatos 99 anos depois, a decisão se inicia na Arena e terá o seu vencedor no domingo seguinte, dia 8, no Bento Freitas, em Pelotas.

Veja mais em Sem categoria.

Comentários