Ir para o conteúdo principal
Futfanatics

Grêmio segue pagando? Entenda como será o acordo de rescisão com Michel

Lucas Uebel / Grêmio FBPA

A passagem do volante Michel pelo Grêmio chegou ao fim. Após 5 anos e 77 jogos, o jogador acertou na tarde da última quinta-feira (28), a sua rescisão de contrato com o clube. Fora dos planos do técnico Roger Machado, o atleta de 32 anos de idade será anunciado em breve pelo Operário para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro.

+ Michel acerta rescisão com o Grêmio e vai reforçar clube da Série B

A negociação pela quebra antecipada do contrato de Michel com o Grêmio já acontecia há algumas semanas, e começou a ser debatida entre o staff do jogador e a direção gremista pela vontade de Michel em voltar a atuar. A sua última partida oficial foi no dia 6 de junho de 2021, quando ainda atuava pelo Vasco da Gama por empréstimo. 

Grêmio e Michel concordaram com o seguinte molde de rescisão: O Tricolor pagará a totalidade dos valores que o jogador tinha direito. Este montante será dividido em 5 parcelas mensais, sendo 4 dos salários e a 5ª parcela referente aos direitos trabalhistas. Michel tinha contrato com o Grêmio apenas até dezembro deste ano.

Saída de Michel faz parte do planejamento do Grêmio

A saída de Michel se encaixa em um dos principais objetivos do Grêmio nesta janela de transferências: Negociar jogadores sem espaço no elenco. Além de, na maioria dos casos, diminuir o custo da folha salarial do clube, abre espaço para jogadores mais jovens e com bom potencial nas categorias de base. A tendência é que novas saídas aconteçam nas próximas semanas. 

Veja mais em Jogadores do Grêmio.

Você pode gostar

Comentários