Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Renato afirma que “todos querem jogar no Grêmio” e revela assédio de empresários: “Absurdo”

Renato Portaluppi em entrevista coletiva no Grêmio

Reprodução

Desde que Romildo Bolzan assumiu a presidência do Grêmio, em janeiro de 2015, o clube passou por transformações importantes, sendo uma delas, a reestruturação financeira. A nova postura quanto as finanças possibilitou que Tricolor pudesse pagar os salários sempre em dia.

E a responsabilidade no que diz respeito as finanças, tem atraído jogadores “importantíssimos”. Pelo menos é isto que afirma o técnico Renato Portaluppi. Segundo ele, o Tricolor tem sido alvo constante de empresários que esperam colocar seus jogadores no Grêmio.

“O que eu posso adiantar é que muitos empresários tem nos procurado. É um absurdo, um absurdo no bom sentido. Todo mundo quer jogar no Grêmio, jogadores importantíssimos de outros clubes… E isso eu falo, inclusive, para o meu grupo. Todo mundo quer jogar no Grêmio. Porque será? Eu falo sempre para eles, essa estrutura, este clube que nos dá sempre, dentro do possível, tudo do bom e do melhor, salários em dia, conquistas…”, disse.

“Sempre falo para os jogadores: valorizem o que vocês tem aqui, porque ali fora tem muitas dificuldades”, finalizou Renato.

Recentemente, o meia-atacante Pity Martínez, ex-River Plate e “Rei da América” em 2018, foi oferecido ao Grêmio por empresários. O negócio, contudo, não deslanchou.

Com o Brasileirão ainda em andamento, o Grêmio se atenta ao mercado na busca por reforços. A chegada de um centroavante é uma das prioridades para 2020.

Veja mais

Comentários